Header AD

header ads

Vai-se falar de Turismo Científico no Parque Natural da Ria Formosa


E se um passeio na Ria Formosa permitisse aos turistas contribuírem para uma investigação científica? Ou se uma fotografia de uma praia, de uma ave ou de uma planta, pudesse fazer parte de um estudo científico? Através de pequenos instrumentos científicos ou de meras aplicações para telefone, os turistas podem ser cientistas e este é o novo desafio do Turismo Científico, sendo que o Algarve pretende estar na frente desta inovação em turismo.

No âmbito do evento EcoFest tem lugar, no dia 4 de maio, o «Laboratório de Turismo Científico», na sede do Parque Natural da Ria Formosa, na Quinta do Marim, em Olhão. A sessão de trabalho está aberta a todos os interessados e decorre das 10h às 12h30. O objetivo é a geração de ideias para o desenvolvimento do Turismo Científico no Algarve, onde todos poderão participar ativamente na sessão de brainstorming, que será antecedida por apresentações rápidas pelos oradores Cláudia Henriques Professora da Universidade do Algarve, Cristina Veiga-Pires Diretora do Centro de Ciência Viva do Algarve, João Branco Presidente da Quercus e o jornalista Rui Cardoso, autor do livro «Turismo Científico em Portugal - Um roteiro».

Vai-se falar de Turismo Científico no Parque Natural da Ria Formosa Vai-se falar de Turismo Científico no Parque Natural da Ria Formosa Reviewed by Daniel Pina on abril 18, 2018 Rating: 5